Marcelo Araújo
Agência Sebrae de Notícias

Tijolo solo/cimento é 50% mais barato que o convencional

Tijolo solo/cimento é 50% mais barato que o convencional

Um tijolo mais barato e fabricado com menos riscos ao meio ambiente. Com essas características, há quatro anos Roberto Cláudio Pereira criou a empresa Tijol-Eco, na cidade de São Pedro, no interior paulista. Ele é um dos entrevistados na série de 120 programas de rádio produzidos pelo Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), sobre inovação.

A empresa de São Pedro produz o chamado tijolo de solo-cimento. Roberto acredita que esse material tem grande chance de suceder o tijolo de cerâmica, cuja fabricação é mais poluente. “O tijolo com que trabalhamos é muito antigo, usado desde a Antiguidade. Porém estava extremamente desacreditado, pois os fabricantes não se preocupavam com a qualidade e usavam equipamentos inadequados”, critica.

Fábrica em turn-key
A Tijol-Eco não apenas fabrica os tijolos, como os equipamentos usados para a produção. Além disso, atua como consultora na criação de indústrias semelhantes com a transferência de tecnologia e equipamentos. A equipe da Tijol-Eco já ajudou a criar fábricas em Bauru (SP), Itabira (MG) e em Brasília. “Temos um compromisso com o meio ambiente e acreditamos que devam existir mais indústrias como a nossa em outros lugares”, afirma Pereira.

Roberto explica que o diferencial do seu tijolo está na produção, em que não ocorre a queima em fornos, como acontece com os fabricados com cerâmica. “Em nossos processos não utilizamos nem lenha e nem liberamos gases na atmosfera. Ao invés disso, nosso tijolo é prensado, molhado e curado”, informa.

Outra vantagem ecológica na empresa paulista tem a ver com o uso da água, sempre reaproveitada. A água utilizada na curagem dos tijolos é reaproveitada por um sistema de filtragem em cisternas e ainda há captação de águas da chuva.

Economia
Roberto ainda celebra os custos menores na produção de seu tijolo, o que faz com que uma parede fique até 50% mais barata. O Tijol-Eco possui menor quantidade de ferro, não usa massa para assentamento e nem precisa ser rebocado, como os tijolos convencionais. Segundo o empresário paulista, a tecnologia está sendo usada na construção de casas populares.

Para Roberto, que dá depoimentos no programa de rádio do Sebrae, inovar significa produzir algo útil, com um novo conceito, com melhorias e economia nos custos. Para ele a inovação ajuda a preservar o meio ambiente. “Precisamos tratar melhor nosso planeta. Com nosso produto acreditamos poder reduzir os índices de poluição da indústria da construção civil”, afirma.

Serviço
Agência Sebrae de Notícias
(61) 3348-7138 e 2107-9362

Tijol-Eco
(19) 3481-5226

Saiba mais
Programa 09: Inovação em produto (indústria)

Inovar por necessidade